O que faz e quanto ganha um atendente de farmácia?

[O que faz e quanto ganha um atendente de farmácia?]

O mercado farmacêutico brasileiro é o 6º maior do mundo - segundo dados do relatório do IQVA. Portanto, é fácil imaginar a relevância da indústria farmacêutica no país, assim como, a importância dos profissionais que atuam na área, inclusive o atendente de farmácia. 

 

Os dados ainda demonstram a capacidade do setor de se manter resiliente mesmo diante de cenários de crise, afinal, a população precisa de medicamentos.

 

Portanto, não é exagero dizer que o atendente de farmácia atua em um dos setores mais importantes do país e, por isso, é um profissional muito requisitado e que pode encontrar boas oportunidades.

 

Se você está considerando essa opção de profissão, você está no lugar certo! Aqui você vai conhecer mais sobre a atuação do balconista/atendente de farmácia, assim como, entender o mercado de trabalho para esse profissional.

 

Ah! No final do conteúdo preparamos uma dica incrível para você se destacar na área. 

 

Vamos lá?!

 

O que faz um atendente de farmácia?

 

O atendente de farmácia é um profissional coringa dentro de uma farmácia. Isso porque ele desempenha diversas funções que garantem desde a organização do ambiente até o suporte ao farmacêutico na dispensação dos medicamentos. 

 

O balconista ou atendente de farmácia, portanto, presta atendimento direto aos clientes - tanto por telefone quanto presencialmente. Ele deve estar preparado para auxiliar o público com informações básicas sobre medicamentos e ajudar o cliente a escolher a melhor opção. 

 

Ele também é responsável por atividades como:

  • Interpretar prescrições e receitas médicas;
  • Manter as prateleiras organizadas e limpas;
  • Auxiliar na reposição de medicamento e produtos;
  • Auxiliar no controle de validade;
  • Auxiliar na organização do estoque;
  • Realizar vendas no PDV;
  • Prestar suporte ao cliente na compra de cosméticos;
  • Entre outros.

 

Vale lembrar que o atendente de farmácia sempre deve ser supervisionado por um farmacêutico. 

 

Quais são os requisitos para atuar na área?

 

Não há obrigatoriedade de formação mínima para atuar como atendente de farmácia, no entanto, algumas empresas exigem ensino médio completo como requisito.

 

Além disso, o ideal é que o balconista tenha conhecimentos básicos sobre medicamentos, por exemplo, entenda a diferença entre medicamento referência, genérico e similar. Ademais, ele também deve deter técnicas para um bom atendimento. 

 

Por isso, muitos profissionais realizam um curso de atendente de farmácia, tanto para se preparar para o cargo quanto para conquistar melhores oportunidades. 

 

A boa notícia é que o curso pode ser realizado online, não é técnico e, normalmente, tem carga horária entre 45 e 80 horas. 

 

Qual o perfil profissional do atendente de farmácia?

 

Para começar o atendente de farmácia deve ser comunicativo, afinal, ele tem contato direto com o público. O profissional também deve se interessar por medicamentos e estudar sobre o assunto para conseguir tirar dúvidas e orientar os clientes sempre que necessário. 

 

Vale lembrar que quando um cliente chega até o balcão de uma farmácia ele, muita das vezes, não está em seu melhor estado psicológico. Isso porque o cliente pode estar enfrentando alguma doença ou dor. 

 

Portanto, o atendente de farmácia precisa ter sensibilidade e empatia para atender cada cliente de maneira personalizada e com paciência. Uma abordagem bem feita pode mudar, positivamente, a relação do paciente com o tratamento.

 

Também é importante que o balconista seja organizado e proativo, uma vez que participa ativamente da organização da farmácia e dos checklists que envolvem os medicamentos. 

 

Quanto ganha um atendente de farmácia?

 

O que faz e quanto ganha um atendente de farmácia?

 

Mas, afinal, quanto ganha um atendente de farmácia?! De acordo com um levantamento realizado pelo site Salário, que considerou mais de 120 mil remunerações, a faixa salarial do atendente de farmácia é de R$1230,80 a R$2109,65. 

 

A média salarial fica em torno de R$1348,54 para uma jornada de 43 horas semanais. 

 

O cargo também conta com benefícios, como vale transporte e vale refeição, participação nas vendas e até mesmo descontos em medicamentos. Portanto, a profissão é uma ótima escolha para quem busca o primeiro emprego ou uma recolocação no mercado. 

 

Com o crescimento das redes de farmácias, as expectativas são ainda melhores. Vale lembrar que, com dedicação e conhecimento, o atendente pode chegar até a gerente de farmácia. 

 

Qual é a jornada de trabalho?

 

A jornada de trabalho varia bastante, uma vez que algumas farmácias trabalham 24h. Nesse caso, o atendente pode trabalhar em rodízio de plantão. Mas, em média, o balconista de farmácia trabalha entre 40 e 44 horas semanais.

 

Onde o atendente de farmácia pode trabalhar?

 

O atendente de farmácia pode trabalhar em farmácias, drogarias e ainda prestar suporte em farmácias de manipulação. Vale lembrar que de acordo com o Conselho Federal de Farmácia no Brasil existem hoje, aproximadamente, 90 mil farmácias e drogarias comerciais. 

 

Além disso, o balconista de farmácia pode trabalhar como servidor público por meio de concurso. Nesse caso, o salário médio costuma ser 7% maior quando comparado com o salário do setor privado. 

 

Qual a diferença entre atendente de farmácia e farmacêutico?

 

O farmacêutico é o responsável técnico por farmácias e drogarias. Para exercer a profissão é necessário se graduar no curso de Farmácia - duração média de 5 anos. 

 

Já o balconista de farmácia é o profissional responsável por dar suporte ao farmacêutico na rotina de uma farmácia ou drogaria. O profissional atua na dispensação de medicamentos, cuida do estoque e data de validade dos produtos, entre outras atribuições. 

 

Como é o mercado de trabalho para atendente de farmácia?

 

A carreira de atendente de farmácia é uma das promissoras para 2021

 

Mas, você sabe porque?!

 

O mercado farmacêutico segue em expansão. Em 2020, por exemplo, o setor apresentou um crescimento no faturamento de 13,6% de janeiro a outubro, de acordo com dados do IQVIA. 

 

Além disso, segundo o Guia 2019 Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa), o mercado farmacêutico brasileiro deverá movimentar R$175 bilhões em 2023, alcançando a 5º posição do ranking entre os maiores mercados farmacêuticos do mundo.  

 

Em função desta profissionalização, o mercado farmacêutico certamente continuará crescendo e gerando novas oportunidades. 

 

Prova disso é que, de acordo com uma pesquisa do site Salário, comparando os meses de junho de 2020 e maio de 2021, houve um aumento de 46% nas contratações formais de atendente de farmácia.

 

Dê o primeiro passo na sua carreira de atendente de farmácia

 

Até aqui já entendemos bem o que faz e quanto ganha um atendente de farmácia, não é mesmo?! Se você está interessado na área, vale a pena conhecer o Curso Online Grátis de Atendente de farmácia do GINEAD. 

 

No curso você vai aprender mais sobre saúde, medicamentos, classes farmacológicas e muito mais. O estudo é uma boa maneira de conquistar uma boa vaga, assim como, se preparar para atuar como balconista de farmácia. 

 

Vale lembrar que a profissão exige muita responsabilidade, uma vez que passar informações incorretas para o consumidor por colocar a vida daquele paciente em risco. 

 

Por fim, é importante lembrar que as competências desenvolvidas no ambiente da farmácia podem proporcionar diferentes oportunidades de carreira, até mesmo fora da área da saúde. Isso porque o profissional aprende diferentes técnicas, como vendas, atendimento e organização.


Portanto, não perca mais tempo! Comece agora o curso de atendente de farmácia! Para se matricular e estudar é 100% gratuito. A emissão do certificado é opcional e ocorre mediante ao pagamento de uma pequena taxa.

Você tambem pode Curtir
Esses
artigos