Qual carreira seguir? 8 dicas para te ajudar a escolher

[Qual carreira seguir? 8 dicas para te ajudar a escolher]

Com certeza você já ouviu a frase: “trabalhe com o que você ama e nunca mais precisará trabalhar na vida”. Mas, como descobrir o que a gente gosta?! Bom, essa é uma dúvida diária de milhares de jovens que acabam de sair do ensino médio. 

 

Isso porque definir qual carreira seguir é um grande desafio, principalmente, por ser uma escolha que parece influenciar em todo o seu futuro. Mas, a boa notícia é que você não precisa ter medo de errar, afinal, não existe uma resposta certa sobre qual profissão seguir. 

 

Na verdade, você deve escolher de acordo com muita pesquisa e autoconhecimento e, para te ajudar nesse desafio, preparamos este conteúdo. Aqui você vai conhecer 8 dicas incríveis que vão te ajudar a escolher a profissão que mais combina com você. Preparado?!

 

Desafios na hora de escolher qual carreira seguir

 

Antes de tudo queremos que você entenda que ninguém nasce 100% apaixonado por alguma área. Assim como todo mundo enfrenta desafios na hora de estudar e trabalhar, independente da carreira escolhida. 

 

Afinal, cada ser humano possui suas particularidades, sendo pouquíssimo provável que um curso se encaixe perfeitamente em tudo que você goste. Por isso, não existe fórmula mágica para escolher qual carreira seguir, sendo completamente normal se sentir indeciso.

 

Na prática, para escolher uma profissão é preciso avaliar os seus interesses e o que mais combina com você. Ah! E nada de dizer que nenhuma carreira te agrada: nesse caso, é preciso estudar e pesquisar mais a fundo as suas possibilidades. 

 

Por fim, saiba que você não precisa ter medo de errar. É completamente aceitável cursar mais de uma graduação ao longo da vida, portanto, a sua escolha agora não precisa ser a sua única opção “para todo o sempre”. 

 

8 dicas para definir qual carreira seguir

 

Para escolher qual carreira seguir você deve considerar os seus objetivos, planos para o futuro e personalidade. A partir disso, você poderá definir qual será a posição inicial e criar estratégias para crescer profissionalmente ao longo do tempo.

 

Conheça a seguir 8 dicas para definir qual carreira seguir:

 

1. Busque se conhecer 

 

O primeiro passo para escolher qual carreira seguir é se conhecer. Pode parecer clichê, mas é realmente importante entender o que você gosta para só depois pensar em opções de carreira. Por exemplo, você prefere trabalhar em equipe ou prefere fazer tudo sozinho?

 

Prefere estar em um ambiente fechado - por exemplo, escritório - ou gosta de sempre mudar de ambiente? Você gosta de lidar com pessoas? Gosta de estudar sobre tecnologia ou quem sabe agricultura? Pense sobre os seus hobbies, hábitos e do que você gosta ou não gosta.

 

2. Liste seus desejos

 

Depois de conhecer mais sobre você, fica mais simples eliminar ou incluir algumas opções de profissões. Por exemplo, cargos de liderança ou que tenham contato direito com o público exigem habilidades de comunicação. Então, é preciso avaliar o seu perfil. 

 

Além disso, reflita sobre o seus objetivos, como você se imagina daqui a 5 e 10 anos. Pense nos seus valores, pontos fortes da sua personalidade, seus principais interesses e o que te faz feliz. Ah! Nessa etapa vale a pena construir um plano de carreira

 

3. Defina sua área de interesse

 

Agora é hora de avaliar quais são as suas habilidades e quais matérias você tem mais facilidade na hora de estudar. Isso não quer dizer que você precise ser apaixonado pela matéria. Na verdade, a ideia é que você escolha as matérias que mais goste de estudar, o que é menos cansativo para você e te desperta certo interesse.  

 

E, então, você tem aptidão para estudar linguagens? Humanas? Exatas ou biológicas? Determinar qual é a área de conhecimento já é um grande passo para escolher qual carreira seguir. 

 

4. Escolha o seu tipo de carreira

 

Existem vários tipos de carreiras e você precisa escolher a que melhor se encaixa com seu perfil e objetivo. Por exemplo, você pode optar pela carreira tradicional, isto é, trabalhar de acordo com as normas CLT por determinada carga horária e ter um salário fixo mensal. 

 

Mas, você também pode escolher empreender ou quem sabe seguir a carreira acadêmica e atuar em projetos de pesquisa dentro da universidade. Outra possibilidade é trabalhar em uma carreira multidirecional, atuando diferentes áreas dentro de uma mesma empresa.

 

5. Avalie quais são as suas opções

 

Nem todos os estudantes possuem as mesmas oportunidades, por isso, é preciso avaliar quais são as opções na hora de estudar. Se a faculdade não for uma opção, existem também cursos tecnólogos. Nesse caso, o investimento menor e a conclusão é mais rápida. 

 

A grande vantagem é que o profissional consegue ingressar mais rápido no mercado de trabalho. No entanto, o salário, normalmente, é menor do que um profissional formado em licenciatura ou bacharelado. Portanto, é preciso avaliar com cautela. 

 

6. Faça teste vocacional

 

A gente sabe que você já viu essa dica em diversos sites. No entanto, é realmente uma ótima escolha. Você pode fazer o teste vocacional com um psicólogo, que vai te ajudar a se conhecer mais, assim como, identificar pontos estratégicos da sua personalidade e interesses. 

 

Ou você pode fazer o teste online e gratuitamente. Eles podem indicar pistas sobre os seus interesses, quais áreas seguir e algumas opções de carreiras. No entanto, vale lembrar que o teste vocacional não vai decidir a sua carreira, ele vai te ajudar a tomar uma decisão. 

 

7. Defina opções de carreira

 

Até aqui você já deve ter diversas opções de carreira em mente, certo?! O próximo passo é pesquisar mais sobre cada uma delas: forma de atuação, mercado de trabalho, média salarial, número de vagas abertas, entre outras informações.

 

Também vale a pena listar opções de carreira fora do seu teste vocacional. Por exemplo, aquelas em que você se inspira ou que acha ter a ver com você. Ah! Você também pode pesquisar quais as profissões estão altas e conhecer mais algumas possibilidades.

 

8. Faça cursos livres

 

Nem sempre é fácil conhecer mais sobre uma profissão somente pelo o que está escrito na internet. Não é à toa que diversos estudantes ingressam em uma graduação, mas com o tempo vêm que não era bem o que eles imaginavam. 

 

Por isso, uma boa dica é apostar em cursos livres e gratuitos antes de fazer a matrícula na universidade ou começar a distribuir currículos. Assim é possível conhecer mais sobre a área antes de escolher aquela carreira. 


Gostou do conteúdo?! Então, continue acompanhando o blog do GINEAD. Por aqui estamos de mãos dadas com o seu crescimento profissional.

Você tambem pode Curtir
Esses
artigos