Qual é o papel do professor na educação inclusiva?

[Qual é o papel do professor na educação inclusiva?]

A constituição Federal garante o direito à educação às pessoas com necessidade especiais, preferencialmente, no ensino regular. Tal processo de democratização da educação, que parecia inalcançável há alguns anos, vem ganhando cada vez mais espaço. 

 

Contudo, para que as escolas sejam verdadeiramente inclusivas é preciso que vários desafios sejam superados. Desde problemas relacionados a infraestrutura da instituição até a melhor preparação dos professores para desempenhar a inclusão dos alunos.

 

Afinal, ser educador não é fácil e dúvidas como: “O que fazer para que o aluno se sinta incluído? Como me preparar para recebê-los?” são comuns. Por isso, para ajudar você, professor, dentro da educação inclusiva, preparamos este conteúdo. Vamos lá?!

 

Principais marcos da inclusão social do século XX

 

Nos últimos anos, o apelo para a inclusão social tem crescido e diversas medidas foram criadas a fim de incluir as pessoas com necessidade especiais. O objetivo é dar para todos os indivíduos as mesmas oportunidades, criando condições de adaptação em sistema sociais comuns.

 

Dentre os principais marcos podemos citar: a Declaração mundial de Educação para todos, a Declaração de Salamanca, a Convenção Internacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência e a Lei brasileira de inclusão.

 

Outra legislação importante é a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9394/96, que regulamenta o sistema educacional público e privado, desde a educação básica até a superior. Essa lei garante à todos os mesmos direito à educação

 

O que é educação inclusiva?

 

Antes de mais nada é preciso entender o que é um aluno com necessidades educacionais especiais. Esse estudante possui algum impasse na aprendizagem, demandando recursos e serviços educacionais diferenciados. 

 

A educação inclusiva deve fazer parte do sistema regular de ensino, oferecendo educação adequada às diferenças e as necessidades de cada aluno. Portanto, é preciso que sejam criados novos caminhos e recursos para que todos os alunos possam se desenvolver.

 

É importante lembrar que a escola inclusiva não é feita somente para alunos com necessidade especiais. Na verdade, isso é uma forma de exclusão. A educação inclusiva é pensada para todos, sem hierarquia entre os alunos. A escola deve garantir o direito à diferença.

 

Como o professor atua na educação inclusiva? 

 

O papel do professor na educação inclusiva é imprescindível. Isso porque esse profissional é o responsável por direcionar o processo pedagógico, desenvolvendo caminhos para que o aluno adquira o conhecimento. 

 

Portanto, o professor tem o papel de auxiliar o estudante com necessidades educacionais especiais para que ele avance tanto intelectualmente quanto socialmente. Dessa forma, esse aluno pode superar as expectativas e barreiras que lhe são criadas, podendo usufruir de seus direitos.

 

Além disso, um dos principais objetivos da inclusão é que o professor exclua a visão de incapacidade das pessoas com necessidades especiais e que promova atividades que valorizem o respeito às diferenças e às inteligências múltiplas. Para isso, muitas vezes o planejamento das aulas incluirá jogos, músicas, atividades em grupo, desenhos, entre outros exemplos.

 

É importante lembrar que a escola também tem um papel fundamental na inclusão do aluno. Sendo preciso uma reestruturação do Projeto Político Pedagógico que deve contemplar a diversidade da comunidade escolar.

 

Os principais desafios da educação inclusiva

 

Infelizmente, ainda existem muitos obstáculos no processo de plena inclusão dos alunos com necessidades educacionais especiais. 

 

Para começar, a escola inclusiva precisa de adaptações em diferentes âmbitos. Desde órgãos federais, estaduais e municipais de educação até dos professores, que precisam buscar constantemente por especializações a fim de inserir os alunos de forma eficaz.

 

A partir disso, desafios como falta de recursos materiais, infraestrutura insuficiente, superlotação das salas de aulas, entre outros, são muito comuns. Além disso, muitos professores ainda se sentem inseguros ao receberem um aluno com necessidades especiais. 

 

E o motivo é fácil de entender. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Acre, 70% dos professores entrevistados, não tiveram, durante sua formação, ensino para lidar com alunos com necessidades especiais.

 

A explicação para tal defasagem é que a educação especial ainda é uma área relativamente nova na pedagogia. Por isso, os educadores e o governo precisam entender a importância do professor na educação inclusiva e buscarem alternativas para especialização.

 

A importância da qualificação profissional para o docente

 

Ao longo do processo pedagógico é esperado que o professor se depare com diversas dificuldade e desafios. Por isso, será necessário buscar soluções e estratégias para que o aluno possa aprender junto com os demais. 

 

Dessa forma, para que o professor se sinta preparado e consiga entender as necessidades de cada aluno é preciso, além da formação básica, se especializar constantemente. Somente assim será possível garantir o desenvolvimento dos alunos, assim como, maior respeito às diferenças e as diversidades.

 

Por onde começar a aprender sobre educação inclusiva?

 

A qualificação profissional do docente é extremamente importante para efetiva inclusão dos alunos. Contudo, muitas vezes o tempo e os recursos financeiros impedem o curso de uma pós-graduação. Por isso, é válido contar com o auxílio de outros meios de ensino, como a internet. 

 

Atualmente, já existem excelentes cursos online e gratuitos que auxiliam o professor a se preparar para receber alunos com necessidades especiais. Além disso, a busca por outras fontes de informações também é imprescindível, portanto, mesmo quem já cursou uma pós, pode estudar gratuitamente e adquirir mais conhecimento.

 

O GINEAD -  Instituto Nacional de Ensino à Distância - oferece diversos cursos online e gratuito relacionados à educação inclusiva. Todo o material é disponibilizado online e o você pode acessar quando e onde quiser. Conheça:

 

Curso Online Grátis de Alfabetização e Letramento - Condições De Inclusão Social

 

Curso Online Grátis de Construindo a Escola Inclusiva

 

Curso Online Grátis de Educação Inclusiva

 

Curso Online Grátis de Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Inclusão

 

Curso Online Grátis de Inclusão de Alunos com Deficiência Visual

 

Todos os cursos oferecem certificado, mas a emissão é opcional e mediante a uma taxa. O GINEAD é uma das melhores instituições de ensino à distância do país. Junte-se aos mais de um milhão de alunos matriculados e comece hoje a aprender mais sobre educação inclusiva. Preparado?! 

Você tambem pode Curtir
Esses
artigos