Empreendedores de Sucesso: seja um! | GINEAD

[Empreendedores de Sucesso: seja um! | GINEAD]

Se você chegou até aqui, certamente, compartilha com milhares de brasileiros o sonho de abrir seu próprio negócio. 

 

Afinal, o empreendedorismo é uma grande oportunidade para conquistar independência financeira, flexibilidade de horários e ainda a possibilidade de colocar a sua personalidade na empresa.

 

A boa notícia é que existem diferentes maneiras de empreender, o que possibilita que diferentes perfis de empreendedores consigam ter sucesso em seus investimentos.

 

Por exemplo, o dono de uma franquia, o criador de um startup e o profissional autônomo são todos empreendedores, mas cada um tem o seu tipo de empreendedorismo.

 

E para te ajudar a definir que tipo de empreendedor você é, preparamos este conteúdo. Aqui você vai conhecer diferentes tipos de empreendedorismo para que você encontre o que mais combina com você. 

 

O que é empreendedorismo?

 

Antes de tudo, vamos falar um pouco sobre o que é empreendedorismo. 

 

Empreendedorismo é a capacidade reconhecer uma necessidade do mercado (uma oportunidade) e desenvolver uma solução para o problema, gerando um impacto positivo na sociedade e retorno econômico.

 

O empreendedor deve ter visão, ou seja, a capacidade de enxergar algo antes do outros, além de ser corajoso para assumir riscos e competente para fazer o negócio acontecer. 

 

Ah! E nem sempre o empreendedor é quem cria a própria empresa ou negócio. Ele pode atuar como funcionário público ou como colaborador de uma empresa privada aplicando diariamente os conceitos de empreendedorismo.

 

Mas, onde entra o tipo de empreendedorismo nessa história?! Bom, por mais que todas essas características sejam essenciais para um bom empreendedor, existem diferentes maneiras de colocá-las em prática, que são os tipos de empreendedorismo.

 

Quais são os tipos de empreendedorismo?

 

O Brasil é um país de empreendedores. São mais de 40 milhões de pessoas que decidiram sair do emprego convencional e montar seu próprio negócio, de acordo com dados do GEM (Global Entrepreneurship Monitor) em 2020.

 

Portanto, é natural que existam diferentes maneiras de empreender e, claro, que exista o tipo de empreendedorismo certo para você. Conheça a seguir os principais:

 

1. Informal

 

O empreendedorismo informal ainda existe, mas não é o melhor cenário. Nele não há formalização governamental, portanto, o empreendedor fica desamparado pela lei, tem menos proteção e menor estabilidade.

 

Na prática, o profissional trabalha sem CNPJ e não emite notas fiscais pelos produtos ou serviços que disponibiliza.

 

Hoje, o empreendedorismo informal é comum especialmente em barracas de rua e vendedores ambulantes e é visto como uma saída para o desemprego. Para facilitar a formalização dessas pessoas, o governo criou o MEI (Microempreendedor Individual).

 

2. Individual

 

Para quem quer empreender em uma escala menor sem precisar se preocupar com diferentes tipos de impostos, o MEI é a opção certa. Como vimos, ele foi criado para simplificar a formalização do empreendedor e cumpre bem esse papel.

 

Inclusive, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Serasa Experian foram abertos 300 mil novos registros para microempreendedores somente em janeiro de 2021, o maior número desde 2010. 

 

Isso provavelmente aconteceu porque, em tempos de crise, o empreendedorismo surge como uma alternativa de esperança para quem está com dificuldade de encontrar oportunidades no mercado de trabalho.

 

Destaca-se que o MEI é o menor tipo de empresa no Brasil e permite o faturamento de até R$81 mil. Para quem precisa de um faturamento maior, há a possibilidade abrir uma Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI).

 

3. Franqueado

 

Um dos tipos de empreendedorismo que não poderia ficar fora da lista é o dono de uma franquia. Esse modelo de negócio tem crescido no Brasil e, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF) já são mais de três mil marcas de franquias no país.

 

Portanto, existem opções para diferentes segmentos do mercado, tamanho de investimento e para cidades de todos os portes. 

 

A grande vantagem é que as franquias são um modelo de negócio testado e validado no mercado, o que é uma excelente opção para aqueles empreendedores que preferem um investimento seguro e com os processos já definidos.

 

No entanto, por mais que o empreendedor já receba o know-how do negócio, ainda sim é necessário muito esforço e dedicação para fazer o negócio dar certo.

 

4. Cooperativo

Tipos de empreendedorismo: quais são e como escolher o seu?

 

O empreendedorismo cooperativo é aquele em que o profissional trabalha junto com outras cooperativas objetivando um interesse comum. Portanto, todas as ações são desenvolvidas para beneficiar o grupo, e não só uma empresa.

 

Na maioria dos casos, são empreendedores individuais que se unem para que cada um contribua como pode, se baseando em uma economia colaborativa. 

 

Por exemplo, um grupo de artesãos, ou profissionais de marketing de diferentes especialidades (um redator, um designer e um especialista em anúncios) que se juntam para atender um grande cliente.

 

Nesses casos, não há uma empresa que gerencie todos esses profissionais. Cada um atua separadamente com responsabilidade e com o seu próprio preço.

 

5. Digital

 

Outro tipo de empreendedorismo que tem feito sucesso é o digital. 

 

E não é para menos: com as novas tecnologias e a digitalização de processos, a internet traz para o empreendedor inúmeras possibilidades, por exemplo, desenvolvimento de e-commerce e atuação no marketing digital.

 

Também há a possibilidade de desenvolver softwares e aplicativos que otimizam a rotina das pessoas, como é o caso dos ERPs e dos aplicativos de corrida e delivery.

 

Dentre as principais vantagens do empreendedorismo digital, podemos citar: possibilidade de trabalhar home-office, maior flexibilidade de horários e menor investimento inicial (já que não necessariamente precisa-se gastar com aluguel).

 

Ah! Se você estiver pensando em trabalhar com tecnologia, acesse o link para conhecer 6 opções de carreira.

 

6. Corporativo

 

O empreendedor corporativo, normalmente, atua como funcionário em empresas e é considerado um talento dentro da organização. Afinal, por mais que ele não seja o dono, ele é capaz de tomar decisões estratégicas e oferecer ideias inovadoras.

 

A partir daí não é difícil imaginar que ele é um profissional muito valorizado no mercado de trabalho e, consequentemente, pode conquistar excelentes oportunidades. Portanto, estudar sobre empreendedorismo pode ser sim um diferencial para a carreira.

 

7. Social

 

Por fim, mas não menos importante, o empreendedorismo social. Ele tem como principal objetivo causar impacto na vida das pessoas, independente do ramo de atuação. Nesse caso, o lucro fica em segundo plano.

 

O empreendedorismo social pode ter diferentes causas, por exemplo, luta por questões ambientais, desenvolvimento de uma escola, projetos de acessibilidade, ajuda a vítimas de abuso sexual ou a uma comunidade carente, entre outras questões. 

 

O melhor caminho é se preparar!

 

E aí, com qual tipo de empreendedorismo você mais se identificou?! 

 

Seja qual for a sua resposta, com uma boa preparação e planejamento certamente você pode fazer a sua empresa dar certo. 

 

E, para te ajudar nessa missão, o GINEAD disponibiliza um Curso Online Gratuito de Empreendedorismo com os principais passos para quem quer empreender.

 

No curso você aprenderá como montar um plano de negócio, um plano de marketing, entenderá mais sobre assuntos financeiros e fundamentos de uma empresa. 

 

Não vai perder essa chance, né?! Acesse o link e comece já!

Você tambem pode Curtir
Esses
artigos